Mais Ciência, Melhor Sociedade

experiências | desafios | estratégias



Os encontros Mais Ciência, Melhor Sociedade estão orientados para estimular a discussão da atividade científica e tecnológica dos novos investigadores contratados no âmbito do Programa de Estímulo ao Emprego Científico. Trata-se de uma estratégia para a próxima década, com especial impacto na concretização da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, tendo como base os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Esta iniciativa concretiza ainda um ciclo de sessões públicas sobre a participação nacional no 9.º Programa Quadro Europeu para a Investigação e Inovação, 2021-2027, Horizon Europe.

A convergência para a Europa do conhecimento mobilizou o país, nos últimos anos, para um aumento considerável do investimento público e privado, bem como do número de investigadores. O esforço nacional vai concretizar-se na conjugação da capacidade e dos interesses da comunidade científica com as necessidades dos cidadãos, das empresas, e das organizações civis. Este esforço parte de programas como os Laboratórios de Participação Pública, assegurados pela Ciência Viva, e as agendas mobilizadoras de investigação e inovação, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia e da Agência Nacional de Inovação.

Os encontros Mais Ciência, Melhor Sociedade representam um esforço continuado de investigadores e docentes para reforçar o diálogo entre as comunidades científica e académica e a sociedade portuguesa, através de um processo contínuo e sistemático para estimular a produção e a difusão do conhecimento em estreita relação com os grandes desafios sociais e com o desenvolvimento de Portugal no contexto global.

Sessões Públicas de Lançamento

Lisboa | 31 Outubro 2018 - Porto | 13 Novembro 2018



Mais Ciência, Melhor Sociedadeinclui sessões de apresentação da atividade cientifica dos novos investigadores, da sua experiências e expectativas, e ainda a apresentação de planos de emprego científico por responsáveis institucionais.

As sessões, a iniciar em Lisboa e no Porto, terão continuidade num ciclo de encontros em Centros Ciência Viva, a realizar a partir de Novembro, em todo o país. Estas sessões, orientadas para os mais jovens e a população escolar, são abertas ao público.

As apresentações que integram os programas dos encontros Mais Ciência, Melhor Sociedade são asseguradas por investigadores e responsáveis de instituições apoiadas no âmbito do Programa de Estímulo ao Emprego Cientifico em 2018, abrangendo :

  • 500 contratos de trabalho de investigador doutorado em todas as áreas científicas e em quatro categorias contratuais: i) 276 contratos de Investigador Júnior; ii) 154 de Investigador Auxiliar; iii) 66 de Investigador Principal; e iv) 4 de Investigador Coordenador;
  • 400 contratos de trabalho de investigador doutorado em todas as áreas científicas no âmbito de 58 planos de emprego científico por instituições e/ou consórcios de instituições;
  • Mais de 3600 contratos de trabalho de investigador doutorado em todas as áreas científicas no âmbito de novos projetos de I&D e da aplicação do novo regime legal de estímulo ao emprego científico;

 

A monitorização em permanência do programa de estímulo ao emprego científico tem sido concretizada através do Observatório do Emprego Científico, com atualizações sistemáticas divulgadas pela internet.














Streaming da conferência










SESSÃO 1 - Lisboa

31 Outubro 2018      | Teatro Thalia


14:00  RECEÇÃO DOS PARTICIPANTES

14:15  ABERTURA

Moderação:

  • Reginaldo de Almeida, Falar Global

Intervenções:

  • Helena Pereira, Vice-Presidente da FCT
  • Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva

14:30  Experiências: a prática da atividade científica na construção da democracia

Intervenção convidada:

  • Alexandre Quintanilha, Presidente da Comissão Educação e Ciência, Assembleia da República

Intervenções por Investigadores Coordenadores:

15:30  Desafios: planear a atividade de I&D face aos desafios do desenvolvimento sustentável

Intervenções por Investigadores Principais:

  • Sara Silva (Laboratório de Sistemas Informáticos de Grande Escala, FC-ULisboa)
  • Paula Duque (Biorecursos para a Sustentabilidade, IGC)
  • Xurxo Ayan Vila (Instituto de História Contemporânea, FCSH-UNL)
  • Marta Sousa Silva (Centro de Química e Bioquímica, FC-ULisboa)
  • Judite Primo (Centro de Estudos Interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento, ULusófona)

Intervenção final:

  • José Carlos Marques dos Santos, Coordenador Científico, Avaliação do Concurso Individual de Estímulo ao Emprego Científico

16:30 Café

17:00  Estratégias: planos institucionais de emprego científico para enfrentar desafios societais

Intervenções por responsáveis de planos institucionais de emprego científico:

  • Arlindo Oliveira, Presidente do Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa
  • Carlos Pina, Presidente do Laboratório Nacional de Engenharia Civil
  • João Sàágua, Reitor da Universidade Nova de Lisboa
  • Nuno Rodrigues, Vice-Presidente, Instituto Politécnico de Leiria

Intervenção final:

  • António Rendas e António Cunha, Co-Coordenadores Científicos, Avaliação do Concurso Institucional de Estímulo ao Emprego Científico

18:00  Encerramento

  • José Manuel Mendonça, Conselho dos Laboratórios Associados - CLA
  • Pedro Dominguinhos, Presidente, CCISP
  • António Fontaínhas Fernandes, Presidente do CRUP
  • Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

18:30  Fecho





SESSÃO 2 - Porto

13 Novembro 2018       |  Biblioteca Almeida Garrett


14:00  RECEÇÃO DOS PARTICIPANTES

14:15  ABERTURA

Moderação:

  • Vasco Trigo, Comunicação do ISCTE

Intervenções:

  • Paulo Ferrão, Presidente da FCT
  • Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva

14:30   Experiências: a prática da atividade científica na construção da democracia

Intervenção convidada:

  • Alexandre Quintanilha, Presidente da Comissão Educação e Ciência, Assembleia da República

Intervenções por Investigadores Coordenadores:

  • Rute Santos (Centro de Investigação em Actividade Física, Saúde e Lazer, Univ Porto)
  • Jorge Flores (Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia)

15:30   Desafios: planear a atividade de I&D face aos desafios do desenvolvimento sustentável

Intervenções por Investigadores Principais:

Intervenção final:

  • José Carlos Marques dos Santos, Coordenador Científico, Avaliação do Concurso Individual de Estímulo ao Emprego Científico

16:30  Café

17:00  Estratégias: planos institucionais de emprego cientifico para enfrentar desafios societais

Intervenções por responsáveis de planos institucionais de emprego cientifico:

  • Mário Barbosa, Diretor do I3S, Universidade do Porto
  • Rui Vieira de Castro, Reitor da Universidade do Minho
  • Isabel Ferreira, Coordenadora do Centro de Investigação de Montanha, IP Bragança
  • Ana Maria Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora

Intervenção final:

  • António Rendas e António Cunha, Co-Coordenadores Científicos, Avaliação do Concurso Institucional de Estímulo ao Emprego Científico

18:00 Encerramento

  • José Manuel Mendonça, Conselho dos Laboratórios Associados - CLA
  • Pedro Dominguinhos, Presidente, CCISP
  • António Fontaínhas Fernandes, Presidente, CRUP
  • Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

18:30 Fecho



Série de diálogos com investigadores em Centros Ciência Viva, a partir de Novembro

Detalhes em http://www.cienciaviva.pt/

 

Os diálogos Mais Ciência, Melhor Sociedade incluem uma série de diálogos em Centros Ciência Viva, a realizar a partir de Novembro por todo o País e abertas ao público, mas especificamente orientadas para os mais jovens e as escolas.




Locais das Sessões


Teatro Thalia


Morada: Estrada das Laranjeiras 205, 1600-139 Lisboa


Biblioteca Almeida Garrett


Morada: R. de Entre-Quintas 328, 4050-344 Porto